Grávida de mim mesma

Acho a maternidade uma coisa linda, admiro as “mães coragem”, que abrem mão da própria vida para não deixar que nada falte a seus filhos, a começar pela minha. Mas acho que nem todas as mulheres nasceram pra isso. Por exemplo, eu.

Esse ano foi bastante “fértil” para as minhas amigas. Perdi as contas de quantas gestações acompanhei, quantas visitas fiz à maternidade, quantos bebês lindos e rechonchudos tive em meus braços. Não vou mentir: acompanhar as alegrias de cada amiga gestante desperta no meu subconsciente aquela dúvida – “…e se?”

Não. Não quero ser mãe.

Em parte por ter sido obrigada a crescer muito cedo, e muito antes da chegada da maturidade. Talvez por ter cuidado de tanta gente ao longo da minha curta existência, ou de me sentir tão pouco cuidada em contrapartida. Até mesmo por medo de ter um laço eterno e indissolúvel com outra(s) pessoa(s).

Não quero relações inquebráveis, quero liberdade. Quero escolher o que me convém, pensando apenas na minha própria felicidade. Quero a possibilidade de partir quando quiser, de comprar uma passagem só de ida para o Sul e começar tudo de novo quando eu bem entender. Quero conhecer o mundo, ver todas as cores, ouvir todos os sons, sentir todos os êxtases. E cansei de condicionar tudo isso a outras pessoas.

Estou grávida de mim mesma, embalando os meus próprios sonhos. E nesse colo não cabe mais ninguém.

Anúncios

5 comentários sobre “Grávida de mim mesma

  1. Interessante seu ponto de vista e seu texto. Muito tempo tive o mesmo pensamento.
    Alguma coisa aconteceu comigo e eu mudei de lado. Mas ainda sim, compreendo você. Há coisas bacanas para viver com filhos e coisas bacanas para viver sem eles. O mais importante talvez seja se conhecer para saber qual é a sua.

    Curtido por 1 pessoa

    • Sim, com certeza!!! Muita gente se realiza com a maternidade, muita gente sem ela. O chato é a sociedade exigir que uma mulher tenha filhos para ser completa. O resultado está aí, tantas crianças abandonadas ao nascer, criadas sem o mínimo de cuidado, à mercê do tráfico e da criminalidade, etc etc etc… Acho que é exatamente isso, se conhecer acima de tudo!
      Obrigada pela visita!!

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s