O pior de você

Amor é um bicho complicado. É fácil dizer que se ama alguém entre duas taças de vinho e alguns beijos na nuca, com borboletas no estômago e um céu brilhante lá fora. Mas quando a tempestade chega, as coisas mudam.

Difícil é amar em tempos de vacas magras e sorrisos escassos. Quando nem tudo sai como se espera e quase nada como se deseja. Quando você olha nos olhos do outro e consegue ver o abismo que há em sua alma.

Sim, há um abismo na sua alma, assim como há na minha, e o meu não é mais belo que o seu. Tenho medo de altura, que dirá de abismos… Tenho medo de não suportar o meu, que dirá de conviver com o seu. Mas vi o pior de você e ainda assim não quero ir embora, porque sei que o seu melhor você reserva pra mim. Acho que agora posso dizer com toda a certeza que eu te amo.

Anúncios

6 comentários sobre “O pior de você

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s