27 coisas que levei 27 anos para aprender

A gente apanha muito durante a vida, mas é apanhando que se aprende a continuar sempre de pé. A não desistir no meio do caminho, insistir nem que seja por teimosia, porque lá no fundo, sabemos que vale a pena. Se eu tivesse que escrever um “manual de instruções para a vida” para mim mesma, seria este. Ainda não consigo colocar tudo em prática, e quando conseguir, novas regras surgirão. Mas, por enquanto, é o que temos pra hoje…

  1. Não espere dos outros o que é sua obrigação fazer por si mesma. Seja você mesma seu esteio, seu porto seguro, sua fortaleza. E tranque fora dela tudo o que te faz mal.

  2. Não crie expectativas. A alegria de uma surpresa boa é tão grande quanto a dor de uma decepção.

  3. Não tenha medo de dizer não. Ser bom é uma coisa, anular-se para servir às vontades dos outros é bem diferente.

  4. Zona de conforto é uma prisão que te impede de enxergar o que você realmente é capaz de fazer. Lembra do mito da caverna de Platão? Então, é exatamente assim. Continuar lendo
Anúncios